Sou sophia, baby...
Home Mensagem Arquivo adiós Theme
Quando se ama

O coração tenta fazer
uma ligação para o cérebro
pra ver se ainda há salvação

o gosto morno do teu sussurro como que
esperando algo além da morte como se eu
pudesse te embalar e te fazer dormir na
eternidade

amor é não acreditar em horóscopo e
mesmo assim ler primeiro o signo do teu
amor antes do teu

E eu sei que quanto mais eu me deixar cavar, mais difícil vai ser de sair.

Sabe quando você abre um buraco pra se jogar?
Às vezes a gente sabe que vai entrar na fila errada, mas ficamos ali só pela companhia, não precisa ser o seu lugar… Pagamos sempre pra ver, afinal, essa fila sempre anda.
Ele é problema pro coração, confusão demais em uma cabeça só, dessa vez é você quem não sabe de nada, ele é complicado demais…

Mas é calmaria quando começa o dia, a tempestade do olhar pra dentro, mas faz bem só de estar por perto, parece que eu te conheço há tanto tempo que seria perda dele contar todos, deixemos eles pra lá, deixa só nós dois aqui que já tá bom.

Sinto falta de quando você precisava de mim…

"Você" é uma palavra repetitiva no que escrevo sem você saber… E o que me faz mais falta é o que perdi como pessoa…
Ah, se você soubesse o quanto eu te queria por perto agora.

Todos os dias eu sinto falta dos teus lábios, você sabe que eles se encaixam melhor nos meus, mas, acima de tudo, eu sinto falta dos teus braços… Ah, dos teus abraços.
Todos os dias eu peço que as coisas sejam fáceis como um sábado de manhã.

Eu respiro mais devagar só de pensar em longas noites de sexta-feira, você foi meu melhor amante.
E acho amante o melhor termo pra você, eu te amo.
Não são apenas beijos e arrepios, eu te amo teimoso assim, eu te amo escolhendo roupa pra sair… Eu te amo até com aquelas em que você insiste estar horrível…. E é por essas coisas que é de você que a saudade vem falar pra mim.

Sinto falta do amigo que perdi, do garoto mais especial de todos, do olhar inocente que hoje se deixa ver no veneno do mundo, sinto falta do garoto que precisava de cuidados…

Sinto falta da metade de mim.

Varreram o céu pra debaixo do tapete

o gosto morno do teu sussurro como que
esperando algo além da morte como se eu
pudesse te embalar e te fazer dormir na
eternidade.

pudera desligar-me
do mundo um instante
e recuperar os dias
que não vivi a esperar
romper-se o véu que
a mim me separa
o amor talvez coubesse,
de mim, em algum lugar

tarimbado:

o câncer da tua alma me atinge mais que a poesia solitária do teu olhar

terminologias:

eu declaro meu amor, cospem na minha cara. admito meu valor, alguém diz que eu sou barata. eu tô aqui, de alma exposta. eu não questiono a sua, a respeito. admiro. não me corrompe assim. não me fere. eu não sou o inimigo. ruim é quem não sente. e eu sinto tanto. você me dói e eu sinto tanto.

por que fazer isso comigo?

yasmin



1
Theme